29 de maio de 2015

Eu,as Palavras e o Infinito



Ando achando que estou meio vazia.Sempre fui?Não sei.Mas quero já parar com isso. 
Vazia de palavras não!Estou tão cheia delas,que me escapam sem consentimento.Dizem que sou mais da razão(como se eu fosse garota de entender uma coisa dessas!),mas agora ando questionando oque nem sei.Sentimentos são mistérios dos quais ando fugindo.Fingindo ser forte toda vez que chegam perto. 
Tenho que parar com isso... 
O problema é que não me encontro!Parece que fico rodando,rodando,sem sair do lugar.E nem tento,quer dizer,nem penso em mudar nada!Mudança é agora uma utopia pra mim!Vê? 
Interrogações,exclamações e reticências,são agora amigas íntimas!E as vírgulas,então?Já as chamo de irmãs.Pontos finais,porém,já são meio nebulosos.Bichos que não conheço...Eles são só preto no branco.Me recuso a entendê-los. 
Vivo pensando que não tenho esse poder.De acabar as coisas,largar ponto final em qualquer lugar.Mas tenho vontade.
Ah,se tenho! 
Cansada desse maldito infinito!Cansada de gente que escreve tão profunda e lindamente sobre bocas comendo pêssegos,sobre garotas com meias caindo,sobre botões de camisas velhas...Cansada de gente que vê infinidade em tudo que me parece finito.E não me sinto confusa,ao contrário!Me sinto ponto final. 
Quem disse que juventude é tempo de liberdade, inspiração e primeiro amor?Preciso conversar com essa pessoa. 
Se me sinto presa agora,fico imaginando oque me libertará depois.Se algo vai realmente me libertar.Talvez,quem sabe(?),eu vire uma dessas pessoas cheias de afinidade com o infinito.Talvez eu pare de achar que não sei oque é ponto final e saia lançando ele por todo lado.Talvez continue a mesma. 
E aposto,infinitamente,na última hipótese. 
Se a vida continuar trazendo-me palavras,e os meus dedos não me falharem,continuo escrevendo.Senão,boto um ponto final nesse infinito. 

18 comentários:

  1. Eu ouvi a música antes de ler o post, e ela é tão linda.
    Eu entendo como você se sente, porque eu também me senti assim. Você não entende as coisas, e as vezes parece que ninguém entende você.
    É um pressão do futuro, em cima, fazendo com que você tenha que estudar muito, se esforçar muito, e talvez você acabe chorando muito.
    E, tenho de dizer, a única pessoa que pode te libertar, é você mesma.
    Não deposite fé em outra pessoa para isso, vai acabar se decepcionando, e as coisas só iram piorar.
    Eu nunca acreditei no infinito, até construir o meu.
    Ponto final não é o fim, é só uma longa pausa, enquanto você aprende a construir sua eternidade.

    { Rabbits and Wolfs }

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *irão (alguém precisar revisar os comentários antes de postar, berg).

      Excluir
    2. Eu amo essa música,tipo,desde sempre!
      Ai gente,pessoas que nos entendem e escrevem comentários maravilhosos <3 Não sei muito bem como lhe responder,digo apenas que: Sim,eu sei que as coisas vai andar para outra fase ainda mais complicada talvez e que a construção desse tal infinito é bem relativa,creio que vou demorar um tempo até encontrar a loja de tijolos e argamassas.Enquanto isso,fico aqui cantando Anna Nalick no meu barraquinho temporário.E escrevendo.
      Obrigada! :3

      Excluir
    3. Sim,precisamos de revisores! hahaha

      Excluir
  2. Ótimo texto, Thainara! Li suas palavras e as adorei.
    Bela música ♥

    Ps: respondi a sua pergunta :)

    ResponderExcluir
  3. Eu achei lindo, eu amo ler textos mas este eu achei muito lindo, eu escrevo e penso em escrever sempre assim, desse jeito, dessa forma! Olhe que otima musica!
    Amei sua ultima frase, e amei as palavras: Se meus dedos falharem continuarei escrevendo. ♥♥♥

    Beijos www.valentinices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah,obrigada mesmo! <3
      Essa música é realmente muito linda!
      Nossa,que bom que gostou,fico muito feliz! :3

      Excluir
  4. Lindo texto! Concordo com a Bela, toda época da vida apresenta desafios e conflitos, nem sempre sabemos lidar com eles no início, mas depois encontramos uma saída.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Adorei o texto e a música, muito bem escrito!
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Me identifiquei... e só tenho mais uma coisa a dizer: AMEI! Tanto que li duas vezes hahaha.

    "Quem disse que juventude é tempo de liberdade, inspiração e primeiro amor?Preciso conversar com essa pessoa. "

    Você escrever muito bem!

    http://edepoisdesonhar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? haha Obrigada!
      Que bom que gostou <3

      Excluir
  7. Não pare :3 apenas escreva ◟ʕ´∀`ʔ◞
    Lindo texto!ʕ´•ᴥ•`ʔ
    http://diariodelolivlet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

By a Lady.... Tecnologia do Blogger.
Se Esse Mundo Fosse Meu... © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.