25 de maio de 2015

Meu Primeiro Amor e Meu Primeiro Fora - APVQA


E ai?
Algumas semanas atrás,o blog RaW,iniciou um projeto chamado "A Primeira Vez que Aconteceu",que consiste em escrever as suas primeiras vezes em alguns temas.O Sr.Coelho(dono do RaW),pediu para que os blogueiros se inscrevessem no projeto,e 11 deles seriam escolhidos para participar junto com o blog fundador e aqui estão meus colegas de bordo,que escreverão suas primeiras vezes também: 
Nicole - Teera

O primeiro tema do projeto é:Meu Primeiro Amor e Meu Primeiro Fora.
So,Let's go!
Se apaixonar é algo esquisito pra mim,quase nunca entendo oque significa.E também nunca tive um "relacionamento",sabe,de verdade.
Imagino que um dia eu vá sair na rua,sem pretensão alguma e acabar caindo no sono no banco da praça(super normal,odeio quando acontece!),como a Audrey Hepburn e simplesmente ser encontrada por um Gregory Peck.Ou não!Talvez aconteça quando eu estiver num baile e encontre um carinha de olhos tristes e porte zangado,mas tão lindo quanto o Sr.Darcy.
Mas pensando bem...Talvez já tenha acontecido.Ele não me descreveu como a garota de olhos de ressaca,eu acho,e nem nos beijamos no meio da chuva,mas acho que posso chamar essa coisa que aconteceu,e que contarei agora,como meu primeiro amor.
Eu estava até que bem bonitinha naquele dia,faltava-me os dentes da frente,mas isso não parecia surpreender ninguém.
E foi num baile.Eu estava de vestido de festa,ele de  smoking...Então não foi tão ruim quanto pensei.
Eu e minha irmã subimos no palco,fomos jurar as coisas que se juram normalmente em formaturas.
E foi quando eu o vi.
Tenho filmado o momento em que dei um leve sorrisinho enquanto ele me olhava quase dizendo oi.Na verdade,não tenho certeza se o garoto olhava e sorria realmente pra mim,mas posso apostar nisso considerando oque aconteceu depois.
Até o fim da festa,não tivemos oportunidade de nos falar,e com o nosso organismo cheio de açúcar e os sprays de cabelo alheios,afetando nosso cérebro,também não lembramos mais e nem fizemos muita questão.Isso falo por mim,mas acredito que houve o mesmo com o garoto também.
A nossa história empacou até fevereiro do ano seguinte,quando descobrimos que estávamos na mesma sala.
Eu era uma garota consideravelmente tímida,e ele era um daqueles garotos encantadores e desgraçados,que não usou aparelhos,mas tinha os dentes(TODOS eles)perfeitos,cabelo liso e bem arrumado,nunca parecia ter intestino e nem qualquer coisa que nós,meros mortais,temos.E obviamente,eu não era a única interessada em comprimentá-lo,mas(cara de esnobe),era a única garota do interesse dele.
Ficamos amigos,apesar de eu quase ter perdido todas as minhas amigas meninas e adquirir inimigas que gostavam dele,e fomos nos descobrindo.
Acho que a coisa foi séria da parte dele,pois até sua família passou a me chamar de "a tal Thainara",e por mais que isso fosse infinitamente constrangedor pra mim,fiquei feliz por ser "a tal pessoa" de alguém.
Os dias foram passando e não nos atrevíamos a mais.Tínhamos 7 anos,não precisávamos de beijo ou qualquer outra coisa.Ele me falava de sua coleção de carrinhos e se surpreendia por eu ser uma garota que entendia do assunto.Eu falava sobre os meus escritos pra ele,e sobre Dom Casmurro e O Fantasma da Ópera(dizem que eu eu era uma garota precoce),e ele ria meio confuso por eu ser a única garota que ele conhecia,que gostava de coisas tão estranhas.Pra aquela idade,pelo menos.
Até que os anos passaram,fomos mudando de sala e de turno,fomos arranjando novos amigos e a gente ficou meio de lado.
Não sabia que ainda existia um "nós" até o último dia de aula da quarta série.
Organizaram uma festa juntando todos os alunos dessa série do turno da manhã e da tarde.
Eu sabia que ele estaria lá,e daquela vez,passei até um pouquinho de batom(percebe-se que desde sempre,eu e a moda não éramos melhores amigas).
Não lembro muito bem da festa inteira.Ele havia se tornado um garoto bem bonito,disseram,e agora tinha um fã-clube ainda maior.Oque consequentemente,me deixou com ainda mais inimigas.
Assim que cheguei,algumas meninas vieram me dizer que ele estava me procurando,e eu como sempre,fiquei com vergonha e decidi adiar o momento o máximo possível.Insegurança,talvez?Duvido muito.
Era natal,e o turno da manhã(incluindo eu),iria cantar algumas músicas natalinas no fim da festa.Foi quando nos encontramos,quase da mesma forma que a primeira vez.Lá estava eu e minha irmã no palco,quando ele me olhou e sorriu quase dizendo oi.
E foi a última vez que o vi.
Sei que não sou a única a lembrar dele até o momento que escrevo isto(mesmo que não sinta mais qualquer coisa),porque uma de minhas antigas inimigas,que hoje é uma das minhas melhores amigas,encontrou-o um dia desses e ele perguntou de mim.
As vezes fico imaginando,se ele ainda é um desses garotos raros e encantadores que atrai as pessoas como um imã,ou se ele agora é um garoto comum.Mas minha curiosidade não chega a tanto para querer revê-lo e prefiro pensar que ele está deixando de quatro,mais e mais garotas por ai.

Agora eu deveria falar do meu primeiro fora,mas como posso dizer de uma maneira mais leve a vocês,que sou bem covarde e nunca admito meus sentimentos pra qualquer pessoa?Hmm. Digamos apenas,que não me deixei levar um fora.Ainda.



Confira os outros posts do projeto (Vou atualizando os links, conforme os outros blogueiros postarem) :

      Sr.Coelho - Lunii 
      Lívia - Sancho - Brenda
     Milena -  Teera - Miih 

18 comentários:

  1. "garota de olhos de ressaca" ISSO É TÃO MACHADO DE ASSIS . Nem li os livros dele, mas li um livro onde citava um pouco delem e lembrei, talvez nem seja ele que diga isso, mas sei lá ;_;
    CARA, QUE COISA LEGAL, AMEI. Sério, achei tudo. POR FAVOR, SOMOS ESTRELAS RAINHAS, não somos nós que vamos atrás dos boys, são eles que vem atrás da gente *avoa*
    Não entendo esse povo que fica com raiva por gostar de alguém que gosta de outro, é tão normal ;_; Eu tá acostumei em a maioria dos garotos gostar das minhas amigas (nem eu gosto de mim).
    NÃO ACEITO ISSO THAINA, VOCÊ TEM QUE FALAR COM ELE. POR FAVOR. IMAGINA SE ELE É O HOMEM DA TUA VIDA? VOCÊS PODEM SER SÓ AMIGOS. POR FAVOR, FALA COM ELE, EU TO SHIPPANDO, NÃO FAZ ISSO COMIGO, MEU CORAÇÃO NÃO AGUENTA. EU VOU CHORAR E ESSA MÚSICA NÃO AJUDA.
    Cara, essa música <3 Por favor, fala com ele ;_;
    Tá, você não vai falar, mas meu coração de quem ama historias de amor não aceita isso ;-;

    { Rabbits and Wolfs }

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!Isso é de Machado (lindo e divo) de Assis!Mais especificamente de Dom Casmurro,melhor livro brasileiro ever!
      Hahaha isso ai,girl power!
      É,também fico abismada com gente que acha que o outro é obrigado a corresponder amor!Fala sério!
      Ai hahahahaha Não sei nem onde ele mora,estuda ou sei lá agora!E eu não sei,prefiro achar que ele é o garoto bonito e legal do qual me lembro,tenho medo de me decepcionar,sabe?Então vou deixá-lo no meu passado.
      heuehuehueh
      Acho que ele não é o homem da minha vida não!Nem sinto nada por ele agora... Aii queria me shippar também.
      Essa música é simplesmente perfeita <3
      hahaha ri pakas com seu comentário!

      Excluir
  2. Olá Thainara.
    Eu também estou adorando ler as histórias do projeto, estão ficando muito boas que nem dá para escolher uma melhor (acho que não há uma melhor, todas são boas e foram muito bem escritas). Acho que me apaixonei por "seu boy", pelo que parece ele gosta/gostava de você. Por que tu não volta a ver ele, tipo, mesmo que não fosse rolar nada, pelo menos para vocês continuarem amigos como antes... bem, foi só uma ideia!!
    Mas o nome dele, sério que você não vai revelar nem o primeiro nome dele? Ai ai ai eu quero saber hein :)
    Adorei seu primeiro amor. Que sortuda, não levou fora. Eu tb sou muito tímida para me declarar.
    Beijos ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é?Esse projeto tá muito empolgante!
      Hahaha parece que todo mundo se apaixona por ele(ou se apaixonava),mas enfim!Não volto a falar com ele,porque eu realmente não sei se ele tá vivo,morto ou onde poderia encontrá-lo.E também não é algo que eu tenha muita vontade.
      Ah...Isso poderia me incriminar..hahaha Digo apenas que comeca com A.
      Obrigada <3

      Excluir
  3. Olá, Thainara! Como você está? Esse projeto é muito amor, estou baita ansiosa pro resto.

    Sua história é muito fofa! Eu nunca fui em um baile de escola, já que minha escola não organiza essas coisas. Sempre sonhei em algo parecido, mas até agora, nada. Eu só sei que se algo do tipo ocorresse comigo, eu continuaria a falar com o tal garoto. Ele parecia ser um cara bem legal. Tinha até uma coleção de carrinhos, minha gente. Você deveria volar a falar com ele. Vai ver ele é o homem da sua vida, e você nem esperava por isso (ou esperava?). Enfim, sua história é muito fofa (tô repetindo as coisas). Estou mega ansiosa pra saber o resto das suas primeiras vezes (????).

    Com carinho, Liv.
    Not Found.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!Estou muito bem,obrigada c:
      A história parece até interessante(não é tão lindo quando acontece com você,eu acho),mas eu realmente não tenho mais qualquer interesse no garoto(não que eu o ache ruim,ou sei lá!Apenas o considero um crush do meu passado infantil),e tenho certeza que nem ele em mim.
      Ele era um garoto legal,mas não sei...Se acontecer(porque sério,não tenho vontade de procurá-lo) de nos falarmos de novo,então beleza.
      Obrigada! :3

      Excluir
  4. Thai , só acho que você deve entrar em contato com esse Boy magya.
    Amores de infância são os melhores , sério huehue.
    O que disseram que tive um romance na infância e que eu cresci com ele , até já tomei banho com ele de tão irmão.Acredite a minha mãe ainda espere que eu case e tenha 3 filhos com ele , hoje nem fala mais comigo , e eu já perdi total intimidade até para chinga-lo ( ps : nunca gostei dele , só estou dizendo que enquanto o seu é um príncipe o meu é um sapo , um sapo que eu não me vejo com ele nem no inferno )
    Kakakakaka eu sou idiota mesmo não liga
    Beijos
    Miih | blankinplace.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha
      São os melhores porque você só se lembra das coisas boas,pelo menos comigo.
      Nossa!Até tomou banho com ele? heueheuheuhue interessante... :v Iiih....Ódio pode virar amor,e acredite,é fantástico quando acontece!
      Beijão!

      Excluir
  5. Eu nunca me apaixonei, acredita? Bem, sempre achei que essa coisa de "paixão" e tudo mais nunca foi pra mim. Há quem diga que eu trato meus livros melhor do que trato as pessoas, então nunca me admirei muito nunca ter me apaixonado por alguém. Sua experiência foi muito bem relatada, e é muito fofa haha Acho que as melhores paixões são as que ocorrem quando ainda somos crianças, talvez seja porque somos meio desentendidos de tudo e faz com que seja mais sincero e real. De qualquer forma espero que algum dia vocês voltem a se falar, do jeito que você descreveu tudo deu a entender que vocês tinham um tipo de relação... especial?
    Beijos! ♡♥
    http://blog-crazycake.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serião?Há muitas possibilidades de isso(se apaixonar,quero dizer)acontecer com você.E é bom.Pelo menos,eu acho.
      Obrigada,nem acho tão fofa assim! hahaha
      Sim,parece que quando somos crianças,não há preocupações ou descofiança ~apesar de os meus livros favoritos serem tragédias
      Sim,foi uma experiência especial.Mas sinceramente,eu não sei a razão,mas não não tenho vontade de revê-lo.
      Beijos!

      Excluir
  6. Oe c:
    Mais um texto do projeto, estou louca para ver todos hsuhaus e ainda nem escrevi o meu ;-;
    Triste, mas irei começar logo, sou bem como você,não sou de admitir meu amor por ninguém, nunca levei um fora ahsuahush.
    Cara adorei o seu texto, você escreveu super bem e meio que nossas histórias são parecidas haushu, tive um amorzinho desde a segunda série e nos separamos no sexto ano ;-; Era tão fofo e perfeitinho, inocência de uma criança alegre e sem motivos para ficar triste e chorar, poucos inimigos e muitos amigos <33
    Essa paixonite eu não tinha inimigas, já que poucas meninas achavam ele interessante, mas ele tinha muitos inimigos hauhsuahs, sem querer me gabar, quando eu era menor uns 5 meninos da sala gostavam de mim e-e
    Voltando ao assunto~~
    Acho isso meio idiota do povo virar seus inimigos por causa de um menino, as pessoas precisam saber compartilhar hauhauhuh ou aguentar a realidade, desmanchar uma amizade por causa de boy é tão inútil ;-;
    Essa coisa de perder um amigo/ paixonite é tão ruim, mas sempre acontece, convive com a pessoa e ao decorrer dos anos, se afasta ;-;
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tô ansiosa pra ler os outros textos,inclusive o seu moça!
      Obrigada <3
      Ai,que vida boa!Lembrei de um poema de outro divo,Casimiro de Abreu! ~Que saudades que tenho dos meus 8 anos!
      Sim,é ridículo se tornar inimigo de alguém porque o seu crush tá a fim de outra pessoa,serião,não consigo entender esse povo que quer forçar as pessoas a amarem quem não amam!
      Beijos :)

      Excluir
  7. kkkkk quem nunca heeeem rs
    amei esse projeto..
    to seguindo se puder me siga tbm
    http://papodegir-l.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. essas lembranças sao as melhores e as vezes as piores, acredito que o importante é lutar pelo amor sempre...adorei sua escrita e texto...amei o blgo e estou te seguindo ^^

    http://www.jacknuit.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Tá um amor esse projeto e eu estou super ansiosa para o segundo, é tão bom poder dividir coisas passadas, experiências, é demais. É um bate papo de amigas fjdnfjdngfdg.
    Você foi diferente criou tudo de forma extraordinária, amei o jeito que você contou.
    Bem,ele parece ser um amor, tenho certeza que se eu estudasse com você seria uma das que gostava dele, eu gosto das pessoas tão fácil, tenho ódio de mim mesma por isso.
    † sessão proibida †

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? hahaha
      Ai,sério?Obrigada! <3
      Sim,ele era um garoto bem legal.

      Excluir

By a Lady.... Tecnologia do Blogger.
Se Esse Mundo Fosse Meu... © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.