12 de fevereiro de 2017

Os Bons Segredos, Sarah Dessen // Resenha

E ai?
Estou muito animada em resenhar esse livro pra vocês, porque infelizmente foi o único livro que eu consegui finalizar no mês de janeiro, mas felizmente foi um dos melhores livros Y.A. que li nos últimos meses. Eu comprei ele na promoção da Amazon e chegou muito rápido, deu nem tempo de ficar ansiosa. Inclusive, eu era uma dessas pessoas que não confia no serviço de compras online, mas agora eu estou amando muito. Na última sexta, chegou As Crônicas de Nárnia aqui, quatro dias antes do prazo e no maior cuidado. Fora que os livros pra comprar online têm realmente um preço justo, não sou obrigada a comprar um paperback por R$ 50,00 né, mon amour?
Mas enfim, falemos sobre Os bons segredos da escritora americana Sarah Dessen.
***
"Título Original: Saint Anything
Autora: Sarah Dessen
Páginas: 408
Editora: Seguinte
Gênero: Y.A., Ficção, Romance, Dramas Adolescentes

Sinopse: 'Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo.' Avaliação de 4.3 no Skoob. "

Peyton aparentemente é o preferido da mamãe. Sempre apronta um monte e nunca enfrenta as consequências. Até que um dia, ao dirigir bêbado numa madrugada, Peyton atinge um ciclista e deixa-o paraplégico. Dessa vez, porém, os pais de Peyton não podem poupá-lo de cumprir a pena na prisão, mas isso não parece mudar a relação de favoritismo na família. Sendo o irmão mais velho de Sydney, a menina sente que tem alguma responsabilidade para com o crime do irmão, uma vez que ninguém parece ter. Cansada de ser o centro das atenções na escola por causa do irmão, Sydney muda de colégio e conhece pessoas que a mudarão completamente e para sempre.

Já dei spoiler do que eu achei do livro na primeira parte do post, né. Eu simplesmente amei a estória da Sydney! O livro é narrado na primeira pessoa e isso me ajudou demais a sentir empatia pelos dramas da menina Syd. Tem hora que dá até pra sentir o medo e a agonia que ela está sentindo e eu preciso creditar a Sarah Dessen por isso, que escrita maravilhosa!
O livro começa nos introduzindo à relação estranha entre os irmãos Sydney e Peyton. Você percebe, sem que a autora expresse claramente, que Sydney admira muito o irmão e ao mesmo tempo odeia que ele seja tão mimado pelos pais. Com a atenção toda virada para o Peyton, Sydney se sente como se fosse o resto, como se pouco importasse. A partir disso, a gente já se sensibiliza, ai ela conta sobre o ciclista David Ibarra e parte totalmente nosso coração.
Eu gosto muito de como a Sydney trata as relações dela, de amizade e qualquer outra coisa. É interessante ver como as amizades podem mudar e sofrer distâncias, mas ainda serem lindas.

Os personagens são com certeza a segunda melhor coisa desse livro (a primeira é a escrita, sério). Todos são muito bem construídos e reais. Muitos me lembraram meu próprio grupo de amigos na escola e eu ri demais em algumas páginas!
A Sydney é incrível! Dramática o suficiente por conta das circunstâncias. Eu não me irritei nem um pouco com ela. A mãe da Sydney é claramente abusiva e a menina não sabe muito bem como lidar, mas eu entendi demais e torci muito por ela.
Os pais da Syd e do Peyton são complicados, mas bastantes verossímeis. Eu tive muita raiva da mãe em alguns momentos, mas depois que me coloquei no lugar dela... Tenso.
Peyton e Ames não aparecem tanto quanto eu achei que fariam e graças a Deus porque não gostei de nenhum dos dois, apesar de serem ambos muito bem desenvolvidos. Principalmente o Ames!
Os Chatam são os melhores! Mac é um amor, Layla é muito forte e empoderada e a Sra. Chatam é inspiradora. Os santos dessa família são o que eu mais gostei sobre eles, lembrei demais da minha infância.
E o Eric merece um cantinho de fala aqui, porque ó menino engraçado. Parece um pouco comigo há alguns anos atrás, meus amigos que o digam! haha

Eu prestei muita atenção na forma como a Sarah Dessen pôs no papel essa estória, é bem fluído e gostoso de ler. Escrito sem muitas reviravoltas, mas de forma simples e cheia de sentimento. Pra quem quer escrever Y.A., Sarah Dessen pode ser uma ótima inspiração. O trabalho editorial desse livro também arrasa! A capa e diagramação são lindas e vem até com um marcador personalizado na orelha do livro. A Seguinte foi muito bem nessa publicação!
Recomendo muito!

"Ninguém era capaz de saber o que viria adiante;
o futuro era a única coisa que jamais poderia ser destruída, 
porque ainda não tivera a chance de existir."

Nota: ★★

10 comentários:

  1. Olá!
    Muita gente comenta sobre a forma como essa autora escreve e eu fiquei bem curiosa. Coloquei um outro livro dela na wishlist (Uma Canção de Ninar) e espero gostar.
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a Sarah escreve muuuito bem! Quero ler esse livro também, vou ver se compro.
      Obrigada!

      Excluir
  2. Adorei a resenha e fiquei super animada pra ler o livro! Já li um da Sarah Dessen e me senti vazia quando acabou, tava precisando de uma dica pra ler um próximo. Achei a história desse bem diferente, por causa dos acontecimentos. Vai pro meu Skoob já!

    Beijo!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muita gente fala que ele é muito bom!
    A resenha ficou ótimo e um dia quero ler com certeza :)

    www.chaeamor.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Thainara!
    Eu só leio comentários positivos sobre esse livro e a autora, mas ainda não bateu aquela curiosidade sabe... Alguma coisa ainda não me conquistou pra ler. Mas que bom que gostou
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também ouvia muito,ai achei uma promoção legal na amazon e comprei :3

      Excluir
  5. Nunca li nenhum livro da Sarah Dessen, mas acho que tenho um em casa. Só sei que essa história, trágica porém boa, me interessou. Porque imagino a Sydney como aquela garota que por tanto viver na sombra do irmão, acaba achando que realmente ele é melhor em tudo e isso faz com que ela se questione e dê o desenrolar da história né? Gostei! Não tinha lido nenhuma resenha dos livros dela ainda. E olha que louco: o nome do meu pai é Sidney, haha! Sempre que vejo esse nome nos filmes, livros e séries, acho impressionante que o nome é unissex né?

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Aconselho a leitura!
      Sim, por causa do irmão, Sydney sempre se sentiu invisível,mas ai ela acha pessoas que a provam que ela não é invisível coisa nenhuma, por causa disso, a menina passa a se questionar o seu lugar na família,com os amigos,na escola e no mundo.
      Nossa! haha que legal! É eu acho meio sem razão isso de nomes terem gênero.

      Excluir

By a Lady.... Tecnologia do Blogger.
Se Esse Mundo Fosse Meu... © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.