15 de fevereiro de 2017

Uma carta desesperada para a Bella Swan // 12 cartas em 12 meses


Oi meninxs! Como estão?
Ainda estou de férias. Argh. Não aguento mais essa ansiedade louca pra começar a faculdade! Sério! Já assisti TODOS os vídeos de material escolar e vlogs de primeiro dia de aula na faculdade já lançados no Youtube. É como se eu estivesse na espera pra fazer intercâmbio de novo, há muito tempo eu não ficava ansiosa assim para as aulas. E não é como se fossem aulas comuns na escola, eu não estou indo estudar matemática, biologia, física... É tudo novo. Tudo. De modo que além de surtar sobre a universidade, como eu fiz em todos os últimos meses pra ser sincera, eu apenas comecei a assistir Gilmore Girls tudo de novo (Rory começando em Chilton, me faz contar as os dias até a UFPE, by the way faltam 19 dias!) e estou lendo Morte Súbita da J.K.Rowling e achando interessante. Nunca li Harry Potter nem nada *choquem!* e portanto, essa é a primeira vez que leio algo dela. Exciting, huh?
Bem, voltando ao post, ai está mais uma carta bem sentimental do projeto 12 cartas em 12 meses! Peço que se forem realmente ler a carta, leiam até o fim. (Se você não sabe sobre o projeto, clique aqui e fique sabendo!)

  • Fevereiro: Uma carta para um personagem fictício.



Olá Bella,
Eu conheço muito você, sabe. Achei que só de vista, mas percebi que te conheço muito mais profundamente. Esses dias, vi você no YouTube. Li seu blog outro dia também, fiquei preocupada. Volta e meia eu vejo você na rua, menina. Na escola, então? Nossa, você nunca faltava mesmo! Eu te vi por todo lugar, sabe. Mas ainda não tinha percebido sua presença aqui em casa. Ontem vi você no espelho. Daí decidi escrever essa carta pra você. Foi meio frustante, admito. Sem ofensas, mas eu queria escrever para O Fantasma da Ópera, para a Lizzie Bennet, para a Capitu. Juro que ainda abri o Word pra falar com a Geni! Mas tava errado, Bella. Era com você que eu precisava falar. 
Sempre pensei que me identificaria com alguém fora da um best-seller machista americano, mas me enganei de novo. Olha com quem fui me identificar, hein? Bella Swan. Digo, como explicar a sua história ser um best-seller? Você está por todo lugar, eis a razão!
Eu costumo zoar minha irmã dizendo que ela parece com você. Todo mundo costuma dizer isso sobre ela. "Ai, você era toda tímida e séria na escola, parecia a Bella Swan!" "E esse estilo todo gótico ai, Bella Swan?" Ela não gostava, mas passou a levar na boa. Quer dizer, não importa muito se ela lembra você por não ser toda extrovertida, não é? Aí eu percebi, que um monte de amigas minhas parecem com você também, especialmente uma, chamemos ela de Joana. Joana parece mais com você do que a minha irmã. Joana é você. Ela está completamente apaixonada pelo namorado. Assim como você, Bella, ela morreria por ele. Lembra de quando Edward foi embora pra Roma e você fez as mais estúpidas burradas por causa dele? Bem, a Joana está quase aí. E sabe, o namorado dela não vai voltar ou tentar se matar porque acha que ela morreu nem nada. Ele vai seguir em frente e Joana não vai saber o que fazer. E então eu tenho raiva de você, Bella. Que mal exemplo! Então é isso que devemos fazer quando temos nosso coração partido? Estou cansada de escutar que isso é o "verdadeiro amor" que é impossível viver sem sua "alma gêmea"! Mas então me lembro que você era só uma garota insegura de 16 anos e eu sinto pena de você. Não, pena não. Empatia.
Tenho outra amiga, podemos chamá-la de Maria, que assim como você fez, ela seguiu o namorado pra onde ele foi.Ela se anulou por ele, mesmo que ele não tenha a pedido expressamente.  Eu sei que você vai negar e dizer que o Edward tentou te impedir, mas e quando você tiver 40 anos e perceber que nunca foi pra universidade? Quando perceber que perdeu tanta coisa, mesmo que tenha ganhado também? Que nunca vai poder ter uma profissão permanente no mesmo lugar ou que nunca vai poder ver suas rugas de aniversário de 30 anos? Quer dizer que viver sob a luz do sol não importa mesmo? Um monte de gente acha que pode viver sem isso e muitas podem. Mas decidir isso aos 18 é complicado, principalmente quando a maior razão é aparentemente seu namorado. Nem sempre dá pra se segurar em alguém, sabe? E se quer me ouvir honestamente, tudo isso parece um cativeiro sofisticado pra mim. Mas o que eu sei?
E então, você parece comigo. Cheia de inseguranças e esperando desesperadamente alguém para resolver tudo e te salvar do mal que nem o Super Homem. Acontece que isso não é saudável. Eu me pergunto se você sabia, Bella, que era totalmente capaz de viver sem ele. Eu me pergunto se você sabia que você era a mulher da sua vida.
Eu sei que poderia escrever o mesmo pra várias mocinhas de livros Y.A., mas é de você que eu me lembro quando vejo essas coisas por aí. Era em você que eu pensava quando tinha 11 ou 12 anos e lia suas peripécias . "Que sortuda ela é!" Mas você não era sortuda pelos motivos que eu achava, Bella. Vim descobrir tarde, infelizmente. Deu uma baita raiva de você de novo. Eu cheguei a esperar pelos meus 17 anos pra viver suas aventuras. Que ilusão você era! Hoje, com finalmente 17, eu vejo que você não era ilusão coisa nenhuma. Ás vezes eu imagino como seria um livro da sua vida 40 anos depois da sua escolha meio precoce. Eu realmente quero que esteja do jeito que você idealizou. Mas duvido fortemente.
Sem mais delongas, espero não me identificar mais com você nesses aspectos ruins. Não me leve a mal, eu sei que tenho que lhe dar certos créditos. Mas hoje, eu só queria te pedir desesperadamente, pra não me fazer assistir todas as coisas estúpidas que você cometeu de novo. Não mais nas minhas amigas, ou família e nem em mim. Dito isso, obrigada.
Sua observadora constante,
Thainara
P.S.: Eu realmente esperava que essa fosse uma carta de encerramento, entendeu? Eu estou começando um novo momento na minha vida e pensei que precisaria de um closure. Mas essa carta é cheia disso, né? Coisas que achei e que não eram verdade.

20 comentários:

  1. Qual curso vai começar?
    Adoro início de aula. Uma ansiedade boa. Que saudade!
    Gostei da carta. E achei super interessante esse projeto 12 cartas em 12 meses.
    Mas o que eu gosto mesmo é de enviar e receber cartas pelos correios.

    Comecei a seguir o blog.
    Beijos
    www.doceestante.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comunicação social! Eu também! Comprar material escolar é umas principais partes hahaha
      Obrigada!
      Sim, também gosto de enviar e receber, mas essa é uma que não teria como enviar hahah

      Excluir
  2. Mulher, eu vim aqui despretensiosamente, fiz uma cara de nojo quando li o título da sua carta (pensei: aff, Bella?) e me deparo com a mensagem mais EMPODERADORA sobre relacionamentos.
    Thainara, parabéns! Seu texto está ótimo, reflexivo, e cara(*&¨¨ tirei muita coisa pra mim mesma. Concordo com seus pontos, infelizmente Bella Swan está por toda parte, e isso é sim desesperador.
    Você precisa compartilhar essa carta em outras mídias, de verdade. Salvei o link para colocar na minha coluna "melhores links do mês", farei uma citação especial em meu blog na primeira semana de março.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha imaginei que muita gente ia pensar o mesmo que você.
      Nossa! Muito obrigada!! Gostaria mesmo de divulgar mais essa mensagem :)

      Excluir
  3. Que demais sua carta. Também estranhei quando vi a Bella, mas achei seu texto muito profundo e cheio de reflexões e verdades, amei! Você tem muito talento!

    Beijos
    Mari Dahrug
    http://www.rabiskos.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Thainara.
    Adorei sua postagem. E não é que temos muitas Bellas por ai e muitas ainda virão imitando ela em tudo? É uma pena que imitam as partes ruins hehe. Eu nunca que vou me anular por outra pessoas, seja ela quem for.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Pois é, é muito triste, mas é uma das consequências dessa sociedade patriarcal, né.

      Excluir
  5. Adorei a carta <3 Sou twihard com muito orgulho e sempre serei!
    Espero que essa tua nova etapa te corra bem :D
    Beijinhos,
    An Aesthetic Alien | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Não sabia que o nome do fandom era twihard hahaha Não sou fã, mas já fui!

      Excluir
  6. Oi!!! Imagino como está ansiosa pra começar a faculdade. Na minha época, eu acho que era a única aluna que não queria que as aulas começassem nunca HAHAHAHA espero que dê tudo certo na sua faculdade e te desejo boa sorte!! :D

    Sobre a carta: quando eu li Crepúsculo, há MIL anos atrás, achava a Bella super sem graça e nunca pensei no livro como machista e nem sobre o relacionamento estranho dela com o Edward, tipo de viver atrás dele... hahaha com a carta, vi um outro lado de toda história... acho que todo mundo tem um pouco da Bella, e ela, na história, precisava de uns bons puxões de orelha hahaha

    Beijo!
    http://tipsnconfessions.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Nossa, eu tô arrancando os cabelos haahaha Obrigada!
      Olha, quando eu li, eu tinha uns 12 anos e escutava Manu Gavassi, eu realmente não poderia entender as questões sociais envolvidas. Sim, a gente é meio Bella, meio Edward... não nas qualidades na maioria das vezes hahahah

      Excluir

  7. Que carta maravilhosa, realmente eu não tinha pensado como a Bella anulou a sua vida para viver ao lado do Edward.
    Eu amei tudo o que você escreveu, e espero que a sua nova fase seja repleta de coisas boas e que sempre possamos aprender com os erros do passado :)
    ótima sexta
    bjo

    Tati C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, é uma coisa meio sutil, meio gritante...
      Nossa,Obrigada!

      Excluir
  8. Eu nunca li Harry Potter, mas desde que vi a sinopse de Morte Súbita num sebo eu simplesmente não pude evitar de comprar. É um livro maravilhoso! Me apeguei tanto a cidade, as pessoas, ao enredo em geral... Amo demais a JK desde que li esse livro. Ainda tenho vontade de ler HP, mas nem sei se vou amar tanto assim.
    Gente eu ainda sou (mesmo não querendo admitir) a louca de Crepúsculo e mesmo hoje, cinco anos depois do "fim" da saga, digo da adaptação cinematográfica eu percebi que nunca parei pra pensar em tudo o que a Bella passou, o quanto ela se alienou ao Edward por achar que ele seria seu príncipe encantado. Talvez a cidade chata, as dificuldades do colégio, talvez o pai meio preocupado demais... Como ela não ponderou os lados? Como ela não pensou em todas as consequências de suas escolhas? Como simplesmente ela pode se jogar num destino sem volta? Hoje, com essa carta, eu ainda amo a Bella. Ainda me sinto muito próxima de quem ela é, mas não quero mais seguir o exemplo dela, agora só vai ficar na empatia.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não? haha até agora não me apeguei tanto, mas com sorte, eu vou gostar.
      É uma questão difícil de perceber quando você é mais nova, sabe, essa construção social que tivemos pra anular nossa vida pelo companheiro.
      Obrigada!

      Excluir
  9. Olá!
    Menina, a gente fica mesmo ansiosa para começar as aulas,né? kkkk'
    Enfim, que carta foi essa? Foi tão profundo e a mensagem incrível!
    Confesso que quando parei para ler e vi a Bella (nada contra ela haha'), achava que seria algo bobinho... Me surpreendi. E sua escrita é maravilhosa, foi impossível não se impressionar com as palavras.
    Amei <3

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oii.
    Uau... Olha sendo bem sincera fiquei com um pé atrás quando comecei a ler por conta do título e no final amei!
    Achei incrível o que escreveu!
    Beijos,
    Keth.
    ♥Blog: www.parbataibooks.blogspot.com.br
    ♥Instagram/Sorteio

    ResponderExcluir

By a Lady.... Tecnologia do Blogger.
Se Esse Mundo Fosse Meu... © , All Rights Reserved. BLOG DESIGN BY Sadaf F K.